Arquivo da categoria ‘HACKINTOSH’

Uma das novidades no Lion, é o recurso “Resume”, que recarrega todas as janelas e aplicativos abertos no sistema quando ele foi utilizado pela última vez. Seria um bom recursos, se ele estivesse desabilitado por padrão, e o usuário pudesse ativa-lo, quando necessário. Mas imagine que seu Mac ou Hackintosh travou devido a alguma falha de disco, pico de luz ou coisa parecida. E ao reiniciar o sistema, todos as janelas e aplicativos serão reiniciados juntos com o sistema novamente, até que ele esteja pronto pra ser utilizado, levará um bom tempo, dependendo dos aplicativos que estavam abertos.

Essa dica, serve para quem não tem interesse por esse recurso, como eu, que já precisei de ter o Hackintosh iniciado o mais rápido possível, e ñ consegui.

 

Vá no menu Apple, e clique em Preferencias do Sistema:

Na aba Geral, procure por Restaurar janelas ao sair e reabrir aplicações, e desmarque a caixa:

 

O recurso não é desabilitado de imediato, é preciso reiniciar o sistema para que ele funcione, por isso você ainda verá a caixa de dialogo logo que reiniciar o sistema.

Dica fácil e que com certeza ajudará muitos usuários.

Até a próxima 😉

Caso você tenha comprado um Apple de terceiros, ou como eu, baixou o iPortable com um usuário já definido e o uploader ñ colocou a senha de usário, siga os passos abaixo para apagar as contas de usuários existentes e crie uma nova.

Redefinir 10.5 Leopard e 10.6 Snow Leopard senha

  1. Ligar ou reiniciar o Mac.
  2. Pressione Command + S no seu teclado para inserir modo de usuário único.
  3. Este passo é opcional, mas é uma boa idéia, pois verifica a consistência do disco rígido antes de prosseguir. No prompt, digite fsck -fy e pressione Enter / Return. Aguarde as verificações para concluir antes de ir para a próxima etapa.
  4. Tipo mount-uw / e pressione Enter.
  5. Tipo launchctl load /System/Library/LaunchDaemons/com.apple.DirectoryServices.plist e pressione Enter.
  6. Digite ls /Users e pressione Enter. Esta lista todos os nomes de usuário no computador – útil se você não saber ou lembrar que estes são.
  7. Tipo dscl. -Passwd /Users/username password e substituir “username” com um dos usuários exibido no passo anterior. Substitua “password” com uma nova senha de sua escolha. Pressione Enter.
  8. Digite reboot e pressione Enter.
Esse método não funcionou comigo, mas deixo ele aqui caso sirva para alguém.

Enganando o seu Mac para criar uma nova conta de usuário

  1. Ligar ou reiniciar o Mac (deve funcionar para qualquer sistema Mac OS X).
  2. Pressione Command + S no seu teclado para inserir modo de usuário único.
  3. Este passo é opcional, mas é uma boa idéia, pois verifica a consistência do disco rígido antes de prosseguir. No prompt, digite fsck -fy e pressione Enter / Return. Aguarde as verificações para concluir antes de ir para a próxima etapa.
  4. Tipo mount-uw / e pressione Enter.
  5. Tipo de rm /var/db/.AppleSetupDone e pressione Enter.
  6. Digite shutdown-h now e pressione Enter.
Esse sim funcionou comigo, além de ter menos comandos, é mais certo.
Para usuários de Hackintosh, os comandos que se assemelham ao “Command+s” no boot do chameleon, ou qualquer outro gerenciador de boot é o “-s” , depois do F8 claro rs
Vlw

É, Mac OS X Lion ronronando rsrs

Publicado: 8 de junho de 2011 em HACKINTOSH, MAC OS X

Bom, para meu espanto e orgasmo, ele esta rodando, ñ 100%, mas esta.

Trata-se de uma imagem de restauração de apenas 3,7Gb onde vc ñ necessariamente instala o sistema, mas sim restaura a partir desse arquivo.
Como fazer?
Simples, dê o boot com qualquer DVD do Mac OS X, e no utilitário de disco, escolha  partição onde deseja instalar o sistema e escolha restaurar. Na origem, escolha a imagem DMG de restauração, e no destino, basta clicar e arrastar a partição desejada.

Depois de alguns minutos, boomm, sistema instalado.
Porém ele vem em RUSSO, isso mesmo, linguasinha extra-terrestre duzinferno rsrs. Mas nada como o google tradutor para vc saber  qual a palavra correspondente na lista de idiomas e pronto.
Infelizmente ñ posso postar os links para o download do sistema aqui, pois trata-se de pirataria e ñ quero meu blog vinculado a isso, mas uma boa googada com as palavras Mac OS X Lion Developer Preview e pimba, la vem ele.

Aqui vão algumas imagens do bichano ronronando.

Nota-se a diferença na barra lateral do finder, na qual expões de maneira diferente o menu facilitando a busca e até a organização.

Agora com mais definição na opção de mostrar arquivos por tipo, data, tamanho etc, esse detalhe de agrupar por tipo eu gostei e muito ,assim ele fica mais limpo e organizado.

Nas preferencias do Finder, algumas opções e mais.

O “Sobre este Mac” esta com uma opção a mais, em “Detalhes” vc poderá escolher as opções de Hardware e Software do seu sistema.

Visão geral da área de trabalho.


Acessando meu notebook através do Remote Desktop Connection, ferramenta que vem no pacote Office 2011

VM Ware Fusion 3 em ação virtualizando o Android

Windows XP instalado e CorelDraw 12 emulado rodando sem problemas

Bom, não sou muito bom em reviews, mas gostaria de compartilhar com vocês e quem sabe até atiçarem a vontade de testar um sistema diferente para quem ñ conhece, e inovador para aqueles que ja o usam em versões anteriores.

Atualização (12/09/011)

Segue abaixo uma foto mais nova da minha área de trabalho com o Lion atualizado e algumas informações de hardware.

iMac G3 Casemod

Publicado: 2 de fevereiro de 2011 em CASEMOD, HACKINTOSH

Vídeo muito bom pra que pensa em fazer um casemod com peças de PC em um iMac G3

Mais detalhes aqui:
http://www.mactech.com/2004/08/04/ipc

PowerMac G3 Blue Casemod

Publicado: 6 de dezembro de 2010 em CASEMOD, HACKINTOSH

Como meu PowerMac G3 Blue faleceu, queimaram as soldas da placa de rede onboard, impossibilitando a instalação ou boot do OS, resolvi fazer dele um Hackintosh.
Não que eu esteja feliz com o acontecido, me deu até vontade de comprar um puro sangue mais rápido e tal, porém la pila estas curta.

Como eu já tinha a intenção de comprar um gabinete Apple pra fazer isso, juntei as lágrimas com a vontade de criar.

Logo de cara ví vários obstáculos para fazer uma adaptação sem tanta agressão ao gabinete e que me desse menos trabalho.

Pois uma delas foi, como adaptar a placa mãe a bandeja?

Visto que os pinos existentes nela são de um tamanho e padrão diferente.

Já que meu pai tem uma oficina de tornearia, ummm foi mamão com açúcar e mel rsrs

Depois de marcar a furacão, fazer a rosca e fixar as bases da placa-mãe.

Depois vieram outras complicações.

Como ligar o penejo?

Ví num site, em que um gringo fez um casemod de respeito em um G3 Blue, pintou, cotou e modificou o danado inteiro, muito lindo o resultado.
Ele fez uma adaptação nos botões do painel frontal do Mac, aproveitando assim o reset e power.
Observando essa adaptação dele, fiz uma segunda adaptação, ou melhor, aproveitamento do já existente no próprio Mac, sem alterar nenhum circuito ou a necessidade de se soldar nada. Assim, posso derrepente reaproveitar essas peças ou até vende-las, depois claro achar um método mais eficiente.

Observei as trilhas dos botões ma placa e vi que elas iam cad uma para um lugar, assim aproveitei um cabo de áudio de CD-ROM que não se usa mais há muito tempo, cortei ele no meio e encaixem na pinagem lateral e depois na placa-mãe, porém ele funcionava inconstantemente, depois de trocar de lado, vi que ele usa um padrão de pólos ( positivo e negativo ), coisa que em PC’s, apesar de se ter também, não faz diferença no resultado.

Placa mãe fixada e ligando.


Depois de tudo no lugar e funcionando, vamos as finalizações e complicações maiores.

Uma coisinha que pode me dar problemas futuros é justamente o local onde a fonte fica e sua posição vertical. ELa fica bem na frente do cooler do processador, mas por 3 milímetros eles não encostam. Com pouco espaço para captação de ar, sua temperatura subiu uns 4 graus, muita coisa pra dias quentes como os atuais.

 

A bandeja do CD-ROM do Mac atrapalhou meu fim de semana. Ela fica bem na reta do pente de memória, assim não posso fechar a tampa sem que a memória bata nela.

Minha única saída será cortar ela, assim será até melhor, visto que assim será mais fácil de colocar os cabos de força e dados.

No final das contas, o bixo esta montado e funcionando (estou postando por ele). Mesmo sem nenhum leitor.

Outras dores de cabeça virão.

A tampa frontal do CD-ROM vai me dar dor de cabeça, já que o botão de ejeção dela não bate com o do leitor.
A luz no botão de power, terei que rever, pois tenho medo de alimentar ela e acabar indo alguma corrente pra placa-mãe.
O aquecimento do CPU, até tenho uma idéia, colocar a fonte sem capa e virada ao contrário, mas é o tipo de coisa que me matará outro FDS.

Pra finalizar, aqui vai a foto da bagunça.

E pra alegrar, aqui vai a foto do cabrunco ligado.

ATUALIZAÇÃO (20/03/011)

Uma boa atualização foi feita nesse hackintosh. Adicionei a minha velha e boa XFX 8600GT XXX.

Como ela estafa parada por defeito em alguns capacitores, problema que infelizmente é comum nessa VGA, após a troca dos mesmos por capacitores compatíveis, ela volta a tona, e como sempre, toda esquentadinha. Sendo assim algumas modificações foram necessáris na estrutura do gabinete para melhorar a sua refrigeração.

Primeira, e mais importante.
Foi feito um furo na base do gabinete para usar de entrada de ar, e como a VGA ficava bem  na reta, o mesmo foi feito coincidindo com ela, assim o ar fresco entra e refrigera diretamente a VGA conseqüentemente o restante  dos componentes.

1º Fase do furo.

2º Fase do furo.

Outra mudança necessária foi a base do HD, sendo que onde ele ficava originalmente era no fundo do gabinete. Usei um suporte de gabinetes de PC, colocado abaixo da fonte, assim ele ñ fica muito longe de sua alimentação, evitando a embolação de fios e nem tão longe da placa mãe. Porém a sua posição ñ poderia atrapalhar a VGA, visto que esse gabinete é muito piqueno m relação a de um gabinete médio de PC.

1º Posição.


Não seria um mal local, pena que o molex do HD esbarrava no VGA quando o gabinete se fecha.

2º Furação

Visão geral da nova posição e os demais componentes.

Depois dessas alterações, a VGA ficou numa média de 57 graus, 5 graus abaixo de seu normal sem a devida ventilação.
Como ela ainda esta em estado probatório, alguns jogos serão necessários para assegurar que esteja devidamente reabilitada para a vida jogatinosa que eu levava com ela rsrs.

E como resultado final, temos agora tudo da maneira que eu queria.
Meu PowerHack G3 Blue com uma boa configuração conectado a um monitor via DVI ao meu AOC F19, e o meu xodó, meu PowerMac G4 800Mhz conectado ao mesmo via VGA.

Idéias, sugestões, críticas e principalmente, cerveja, pois hoje fez um calor da porra aqui.

Vlw

Estas são as instruções de como você pode ser capaz de corrigir o OSX86 “Still Waiting for root device” erro.

Estas instruções não podem trabalhar para você, mas eu estou publicando este método, pois a solução pode salvar alguém horas de frustração. Esta correcção foi confirmada a trabalhar para alguém que tinha instalado com sucesso leo4all v3 e após a reinicialização recebeu o erro acima. Neste caso, a causa do erro é devido a kexts incompatível ou incorrecta para o controlador ATA.

Primeiro Passo
Bota acima usando o LeoV3 DVD como se você está indo para instalar o Mac OS X novamente.

Passo Dois
Selecione Terminal de utilidade do Instalador de Menu.

Terceiro Passo
Agora vamos copiar todos os o kexts ATA de instalar o DVD para seu disco rígido. Para fazer isso digite um comando como este:
cp -pr /Volumes/Leo4allv3/System/Library/Extensions/*ATA* /Volumes/MacHD/System/Library/Extensions/. cp-pr / Volumes/Leo4allv3/System/Library/Extensions / * ATA * / Volumes / MacHD / System / Library / Extensions /.

* NOTA: Substituir Leo4allv3 com o nome de seu DVD de instalação e substitua MacHD com o nome do seu volume de disco rígido.

Passo Quatro
Agora precisamos definir as permissões para aqueles kexts copiamos.
chown -R root:wheel /Volumes/MacHD/System/Library/Extensions/*ATA* chown-R root: wheel / volumes / MacHD / System / Library / Extensions / ATA * *
chmod -R 755 /Volumes/MacHD/System/Library/Extensions/*ATA*
chmod-R 755 / volumes / MacHD / System / Library / Extensions / ATA * *

* NOTA: Substituir MacHD com o nome do seu volume de disco rígido.

Passo Cinco
Para remover o kextcache executar o seguinte:


rm -rf /Volumes/MacHD/System/Library/Extensions.*
rm-rf / Volumes / MacHD / System / Library / Extensions .*

* Substitua MacHD com o nome do seu volume de unidade.

Passo Seis
Você pode agora reiniciar seu computador. Pressionar F8 durante a inicialização e, em seguida, entrar ” -f “ como uma opção de arranque para forçar a recarga dos kexts.

—– —–
Há muitas causas do “Still waiting for root device” erro por favor, não assumir esta irá corrigir o problema. No entanto, é uma solução possível.

Estas são instruções sobre como matar um aplicativo congelado no seu Mac. Você pode precisar fazer isso se o seu aplicativo parou de responder e não vai fechar.  Certifique-se de tentativa de forçar Saia usando estes primeiros passos antes de continuar.
Primeiro Passo
Lançamento do Terminal de suas aplicações: Utilitários.

Passo Dois
Entrada no alto comando para a janela de terminal, em seguida, pressione a tecla Enter.

Terceiro Passo
Será exibida uma lista de processos em execução no seu sistema. Observe cada processo é atribuído um PID. Localize o processo que não está a responder e tomar nota do seu PID.

Se você não vê o seu processo na lista curta arraste a alça no canto inferior direito da janela para baixo para mostrar mais da lista.

Pressione o botão q parar de topo.

Passo Quatro
Input kill followed by the PID of the process you would like to close into the Terminal window. Entrada matar seguido do PID do processo que você gostaria de fechar a janela do Terminal. Por exemplo, se quisermos fechar top uTorrent revelou que seu PID foi 38209. Então, nós gostaríamos de entrada matar 38209 pressione a tecla Enter.

Passo Cinco
O pedido já foi morto com força e não está mais funcionando.