PowerMac G3 Blue Casemod

Publicado: 6 de dezembro de 2010 em CASEMOD, HACKINTOSH

Como meu PowerMac G3 Blue faleceu, queimaram as soldas da placa de rede onboard, impossibilitando a instalação ou boot do OS, resolvi fazer dele um Hackintosh.
Não que eu esteja feliz com o acontecido, me deu até vontade de comprar um puro sangue mais rápido e tal, porém la pila estas curta.

Como eu já tinha a intenção de comprar um gabinete Apple pra fazer isso, juntei as lágrimas com a vontade de criar.

Logo de cara ví vários obstáculos para fazer uma adaptação sem tanta agressão ao gabinete e que me desse menos trabalho.

Pois uma delas foi, como adaptar a placa mãe a bandeja?

Visto que os pinos existentes nela são de um tamanho e padrão diferente.

Já que meu pai tem uma oficina de tornearia, ummm foi mamão com açúcar e mel rsrs

Depois de marcar a furacão, fazer a rosca e fixar as bases da placa-mãe.

Depois vieram outras complicações.

Como ligar o penejo?

Ví num site, em que um gringo fez um casemod de respeito em um G3 Blue, pintou, cotou e modificou o danado inteiro, muito lindo o resultado.
Ele fez uma adaptação nos botões do painel frontal do Mac, aproveitando assim o reset e power.
Observando essa adaptação dele, fiz uma segunda adaptação, ou melhor, aproveitamento do já existente no próprio Mac, sem alterar nenhum circuito ou a necessidade de se soldar nada. Assim, posso derrepente reaproveitar essas peças ou até vende-las, depois claro achar um método mais eficiente.

Observei as trilhas dos botões ma placa e vi que elas iam cad uma para um lugar, assim aproveitei um cabo de áudio de CD-ROM que não se usa mais há muito tempo, cortei ele no meio e encaixem na pinagem lateral e depois na placa-mãe, porém ele funcionava inconstantemente, depois de trocar de lado, vi que ele usa um padrão de pólos ( positivo e negativo ), coisa que em PC’s, apesar de se ter também, não faz diferença no resultado.

Placa mãe fixada e ligando.


Depois de tudo no lugar e funcionando, vamos as finalizações e complicações maiores.

Uma coisinha que pode me dar problemas futuros é justamente o local onde a fonte fica e sua posição vertical. ELa fica bem na frente do cooler do processador, mas por 3 milímetros eles não encostam. Com pouco espaço para captação de ar, sua temperatura subiu uns 4 graus, muita coisa pra dias quentes como os atuais.

 

A bandeja do CD-ROM do Mac atrapalhou meu fim de semana. Ela fica bem na reta do pente de memória, assim não posso fechar a tampa sem que a memória bata nela.

Minha única saída será cortar ela, assim será até melhor, visto que assim será mais fácil de colocar os cabos de força e dados.

No final das contas, o bixo esta montado e funcionando (estou postando por ele). Mesmo sem nenhum leitor.

Outras dores de cabeça virão.

A tampa frontal do CD-ROM vai me dar dor de cabeça, já que o botão de ejeção dela não bate com o do leitor.
A luz no botão de power, terei que rever, pois tenho medo de alimentar ela e acabar indo alguma corrente pra placa-mãe.
O aquecimento do CPU, até tenho uma idéia, colocar a fonte sem capa e virada ao contrário, mas é o tipo de coisa que me matará outro FDS.

Pra finalizar, aqui vai a foto da bagunça.

E pra alegrar, aqui vai a foto do cabrunco ligado.

ATUALIZAÇÃO (20/03/011)

Uma boa atualização foi feita nesse hackintosh. Adicionei a minha velha e boa XFX 8600GT XXX.

Como ela estafa parada por defeito em alguns capacitores, problema que infelizmente é comum nessa VGA, após a troca dos mesmos por capacitores compatíveis, ela volta a tona, e como sempre, toda esquentadinha. Sendo assim algumas modificações foram necessáris na estrutura do gabinete para melhorar a sua refrigeração.

Primeira, e mais importante.
Foi feito um furo na base do gabinete para usar de entrada de ar, e como a VGA ficava bem  na reta, o mesmo foi feito coincidindo com ela, assim o ar fresco entra e refrigera diretamente a VGA conseqüentemente o restante  dos componentes.

1º Fase do furo.

2º Fase do furo.

Outra mudança necessária foi a base do HD, sendo que onde ele ficava originalmente era no fundo do gabinete. Usei um suporte de gabinetes de PC, colocado abaixo da fonte, assim ele ñ fica muito longe de sua alimentação, evitando a embolação de fios e nem tão longe da placa mãe. Porém a sua posição ñ poderia atrapalhar a VGA, visto que esse gabinete é muito piqueno m relação a de um gabinete médio de PC.

1º Posição.


Não seria um mal local, pena que o molex do HD esbarrava no VGA quando o gabinete se fecha.

2º Furação

Visão geral da nova posição e os demais componentes.

Depois dessas alterações, a VGA ficou numa média de 57 graus, 5 graus abaixo de seu normal sem a devida ventilação.
Como ela ainda esta em estado probatório, alguns jogos serão necessários para assegurar que esteja devidamente reabilitada para a vida jogatinosa que eu levava com ela rsrs.

E como resultado final, temos agora tudo da maneira que eu queria.
Meu PowerHack G3 Blue com uma boa configuração conectado a um monitor via DVI ao meu AOC F19, e o meu xodó, meu PowerMac G4 800Mhz conectado ao mesmo via VGA.

Idéias, sugestões, críticas e principalmente, cerveja, pois hoje fez um calor da porra aqui.

Vlw

comentários
  1. ANDRÉ CÂNDIDO disse:

    Fantastico trabalho! Tenho 3 Power Mac (G4400, G4733 e G51.6), se algum deles vier a falecer quem sabe não faço uma experiencia dessas?
    Parabéns pelo trabalho amigo, ficou nota 10!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s